5 temas sobre os quais você deveria saber mais

Independentemente da área de atuação, entender sobre estes assuntos fortalece o currículo e aumenta a empregabilidade 

É muito comum as pessoas me pedirem dicas de quais cursos deveriam colocar na agenda, visando fortalecer o currículo e aumentar a empregabilidade. No início da carreira, é sempre mais fácil tomar esse tipo de decisão pelo leque de opções de áreas que, em geral, estão à nossa frente. Conforme vamos progredindo, é natural que comece a ficar mais desafiador definir o que devemos desenvolver, ou em que podemos nos aperfeiçoar. De qualquer forma, é importante ter em mente que não investir na continuidade do aprendizado pode transmitir aos empregadores uma imagem de falta de interesse em evoluir. 
 
Diante disso, considerando o currículo dos profissionais de diferentes áreas, fiz uma análise bem minuciosa de quais temas têm chamado a atenção de líderes e recrutadores. Minha ideia é te dar uma noção de quais tipos de aprimoramento os talentos do mercado têm feito. Entre os cursos mais valorizados, destaco:

1. Liderança e gestão de pessoas

Lidar com pessoas de maneira eficiente é uma habilidade que deve ser tida como prioridade conforme vamos evoluindo na carreira. Não importa quão técnica é a sua área de atuação. Em algum momento é esperado que você deixe, pelo menos um pouco, a posição de executor para olhar para pessoas de forma mais ampla. É por meio dos times que as organizações atingem seus resultados. São as pessoas que fazem o dia a dia das empresas. Mesmo os profissionais que não queiram ser líderes de pessoas, precisam entender de gente. Isso facilita muito as interações no dia a dia, seja para desenvolver atividades, resolver problemas ou influenciar positivamente os que estão ao redor, e assim atingir com mais tranquilidade os próprios objetivos profissionais.

2. Finanças

Conforme vamos evoluindo na carreira, independentemente da área de atuação, é importante que o profissional seja capaz de, minimamente, fazer a leitura do chamado Profit & Loss Statement (P&L), que na tradução para o português significa Demonstrativo de Lucros & Perdas. Ou seja, um balanço da saúde financeira do negócio. Um bom gestor sabe o resultado financeiro que sua área precisa entregar e o impacto das ações do seu departamento no indicativo financeiro EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) da empresa.

3. Negociação

Em todas as funções, saber técnicas de negociação pode ajudar o profissional a atingir seus objetivos e a construir relações mais sólidas com parceiros de negócios, clientes, fornecedores e profissionais da própria empresa de atuação. Talvez você não tenha percebido, mas no mundo corporativo negociamos o tempo todo. Vale a pena investir em cursos de curta duração que envolvam o tema. 

4. Inovação e mentalidade digital

Hoje em dia, profissionais antenados e interessados em fazer mais e melhor são destaque nas organizações. Estamos em um momento em que não é preciso ter no descritivo do cargo a responsabilidade por inovação e por transformação digital, para contribuir com ideias inovadoras no dia a dia do negócio. E nessa nova realidade, ter a capacidade de propor ideias considerando soluções de tecnologia pode fazer uma diferença tremenda na competição por oportunidades dentro de um negócio.

5. ESG

Tenho feito muitas reuniões com CEOs de empresas de grande porte, entre outros profissionais bem seniores das organizações. Todos, sem exceção, trazem no discurso que um dos temas prioritários nas agendas da companhia é o ESG abreviação das palavras ‘environment‘, ‘social’ e ‘governance‘ (ambiental, social e governança). E realmente tenho visto muitos executivos C-level apresentarem conhecimento bastante profundo sobre o tema durante suas análises. Entendo que se essa é uma agenda prioritária para grandes corporações, tendem a se destacar os profissionais que estudem mais a fundo o tema, saibam falar a respeito, sugerir ideias e implementar projetos e iniciativas que possam impactar positivamente a organização.

Agora que você já tem conhecimento sobre esses cinco temas de destaque, sugiro fazer uma análise cuidadosa sobre quais deles mais se identificam com o seu plano de carreira, no curto e médio prazo. Então, trace uma estratégia para participar dos tais cursos, de acordo com a sua disponibilidade de tempo e de recursos financeiros. Existem oportunidades para todos os bolsos, em formato presencial, online e híbrido. Existem também, muitos livros, artigos, TED Talks e podcasts à disposição. O que não vale é ficar sem se atualizar! Fica a dica.

Isis Borge

Managing Partner Talenses Group & Executive Director Talenses

REDES SOCIAIS

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS

Holding brasileira com soluções completas de recrutamento e seleção e capital humano para empresas de diversos setores e portes que buscam atuação consultiva e especializada, independentemente do nível hierárquico. Com escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro, nossa estrutura nos permite atender organizações das principais capitais do Brasil e da América Latina.   

No modelo de contratação permanente, recrutamos talentos em início de carreira, lideranças e posições de Top Management, C-Level e Conselho. No modelo staff loan, realizamos o recrutamento de experts e os realocamos como terceiros ou temporários em projetos pontuais dentro das organizações. Em Tech Recruiting, conectamos empresas à nossa comunidade de profissionais de tecnologia e digital. Já em recrutamento inclusivo, temos uma equipe especializada em processos seletivos afirmativos para vagas corporativas. 

Av. Eng. Luís Carlos Berrini, 1511 | 11° andar | Brooklin | São Paulo – SP | 04571-011 +55 11 4933-5200 | contato@talenses.com Rua Helios Seelinger, 155 | Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ | 22640-040 +55 21 3995-22528 contato@talenses.com                                               ©2023 – Talenses Group