Relacionamento amoroso no trabalho:

seis situações que você pode enfrentar

A situação é comum e, em geral, muito bem aceita pelas empresas. Mas, mantenha atenção a algumas orientações básicas

Nessa semana, alguns países comemoram o Dia dos Namorados. E como muitas pessoas já me questionaram sobre o que é aceitável ou não quando o assunto é relacionamento amoroso no ambiente de trabalho, é interessante aproveitarmos a data para esclarecermos esse tema.  

Ao longo da minha carreira como gestora, já tive, por exemplo, funcionários da minha equipe que se casaram com parceiros da mesma área ou companhia. Como headhunter, é muito comum ouvir histórias e dúvidas nesse sentido. E sempre encarei esse assunto com naturalidade, já que passamos boa parte dos nossos dias no ambiente profissional.

Para esses profissionais que me abordam com dúvidas, eu sempre exponho seis situações que eles podem vir a enfrentar:

Ter que cumprir as regras estabelecidas
pela empresa

Um alerta sempre válido é pensar seriamente se vale a pena iniciar um relacionamento amoroso com alguém dentro do ambiente de trabalho. Digo isso porque pode existir um impacto na carreira de uma das partes, ou de ambos, se a decisão for investir na relação. Se existir o real desejo de ficar junto, é importante observar as regras internas da companhia. Muitas empresas têm um código de ética que rege esse tipo de situação, e é preciso cumpri-lo. De maneira geral, o que tenho visto são companhias que permitem o relacionamento entre funcionários desde que eles não pertençam ao mesmo departamento, ou que uma das partes não seja responsável pela gestão da outra, ou ainda que não aja “conflito de interesses” na relação – por exemplo: um profissional de RH que participa da avaliação de desempenho de um Diretor não deve ter um relacionamento amoroso com esse profissional.

Comunicar a novidade
à liderança direta

Por mais discreto que o casal seja, cedo ou tarde a liderança direta de ambos saberá da novidade. Então, para evitar informações desencontradas, a recomendação é que os envolvidos se antecipem no comunicado. Caso a relação seja validada pela empresa e mesmo assim o casal opte por manter o namoro em segredo para evitar exposição no ambiente de trabalho, é importante estar atento às redes sociais, que podem acabar denunciando a situação. 

Pedir o desligamento da companhia,
em alguns casos

No entanto, se acontecer de os dois fazerem parte do mesmo departamento ou se existir uma relação de líder e liderado, ou uma relação com conflito de interesses, saibam que na maioria das empresas não é recomendado manter um namoro em segredo com o casal atuando na companhia. Um dos dois precisará mudar de setor ou de companhia. Já presenciei as duas situações. Geralmente, quando a opção é o desligamento de um dos envolvidos, fica na organização aquele com indícios de carreira mais promissora dentro da empresa. Mas, não se preocupe porque em muitos casos a busca por um novo caminho pode ser muito positiva para a carreira no médio ou longo prazo. 

Ser demitido em caso de
comportamentos inadequados

A Constituição Federal garante aos cidadãos, entre outras coisas, “o direito à intimidade e à vida privada”. No entanto, a demissão de ambos pode acontecer no caso de comportamentos inadequados, tais como: brigas ou demonstrações afetivas que possam constranger terceiros; ou uso de recursos da empresa, como o e-mail, para troca de mensagens pessoais. Além disso, se a companhia deixar claro em sua política interna a proibição de relacionamentos amorosos entre determinados profissionais, caso a relação aconteça, a demissão também é uma possibilidade.  

Manter-se produtivo

Uma preocupação comum dos gestores costuma ser em relação à produtividade. No dia a dia, é muito importante a separação do profissional e do pessoal, visando não impactar os resultados e entregas. É importante também manter a capacidade de foco e concentração de ambas as partes, evitando interrupções desnecessárias para garantir o bom andamento dos trabalhos. 

Ser feliz

Eu realmente acredito que situações de relacionamentos amorosos no trabalho são comuns e podem dar muito certo. Conheço casais que estão muito realizados com a escolha e ainda desfrutam das vantagens de ter ao lado uma pessoa que fala a mesma linguagem e entende o seu trabalho. Isso tudo aumenta o grau de compreensão e tolerância entre o casal. Além disso, desde que haja respeito e maturidade entre as partes envolvidas, também é possível manter uma relação amigável, caso o namoro ou casamento não dê certo.   

A regra básica é: na dúvida, use o bom senso. Conheça as políticas de sua empresa e aja de acordo com elas. E, mesmo em empresas muito liberais, que permitam essas relações, o ideal é manter a discrição dentro do ambiente de trabalho para evitar fofocas, comentários inconvenientes ou uma exposição negativa desnecessária. Afinal, como disse Warren Buffett, “são necessários 20 anos para se construir uma reputação e apenas cinco minutos para destruí-la”. 

Isis Borge

Managing Partner Talenses Group & Executive Director Talenses

REDES SOCIAIS

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS

Holding brasileira com soluções completas de recrutamento e seleção e capital humano para empresas de diversos setores e portes que buscam atuação consultiva e especializada, independentemente do nível hierárquico. Com escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro, nossa estrutura nos permite atender organizações das principais capitais do Brasil e da América Latina.   

No modelo de contratação permanente, recrutamos talentos em início de carreira, lideranças e posições de Top Management, C-Level e Conselho. No modelo staff loan, realizamos o recrutamento de experts e os realocamos como terceiros ou temporários em projetos pontuais dentro das organizações. Em Tech Recruiting, conectamos empresas à nossa comunidade de profissionais de tecnologia e digital. Já em recrutamento inclusivo, temos uma equipe especializada em processos seletivos afirmativos para vagas corporativas. 

Av. Eng. Luís Carlos Berrini, 1511 | 9° andar | Brooklin | São Paulo – SP | 04571-011 +55 11 4933-5200 | contato@talenses.com
Rua Helios Seelinger, 155 | Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ | 22640-040 +55 21 3995-22528 contato@talenses.com                                               ©2023 – Talenses Group